Quem são os Apurinã?
O povo Apurinã, do tronco lingüístico Aruak, que se autodenomina Popingaré ou Kangitê habita ao longo do Rio Purus e seus afluentes. Atualmente, eles estão dispersos em 23 Terras Indígenas no estado do Amazonas, com uma população de 2416 pessoas (FUNAI 1987).
Dentre estas, encontra-se a comunidade "Apurinã do 45", como é popularmente conhecida, a qual está situada no km 45 da BR-317 entre os municípios de Boca do Acre/AM e Rio Branco/AC


Êxodo rural
Dependentes da economia de mercado, alguns Apurinã tendem a migrar para as cidades de Boca do Acre/AM e Rio Branco/AC em busca de novas oportunidades, esquecendo sua identidade indígena. Este êxodo rural ameaça à manutenção legal e a proteção ambiental das áreas indígenas demarcadas.


Novos caminhos
Perante esta situação o Grupo dos Apurinã da área 45, situada no km 45 da BR317 entre Boca do Acre / AM e Rio Branco-AC procurou novos caminhos para inverter este quadro e melhorar a situação econômica de suas famílias e futuras gerações. Em 1999 eles começaram sua produção de jóias de sementes da floresta. A principal matéria-prima, o caroço do Tucumã é colhido através de um plano de manejo, desenvolvido junto com a ONG PESACRE. A fundação da Associação dos Artesãos Apurinã da área 45 - ASAMIA está sendo encaminhada.
Alem do apoio do PESACRE,a comunidade também conta com o apoio do Fundo Nacional do Meio Ambiente - FNMA/MMA.
Uma parceria com Amazonlink.org foi estabelecida com o objetivo de divulgar os trabalhos e produtos da comunidade.
Um primeiro negócio bem-sucedido foi realizado com a Greenpeace-Austria, que ofereceu uma pulseira dos Apurinã como brinde para seus doadores.


O POVO APURINÃ | CADEIA PRODUTIVA | PLANO DE MANEJO | JÓIAS | CONTATO | HOME