Cultivando Diversidade
  GD-Home 

english | português | español | français

 
 
Workshop Internacional sobre o Manejo Local da Agrobiodiversidade
de 9 a 19 de maio 2002, Rio Branco-Acre

HOME | APRESENTAÇÃO | ACOMPANHE O EVENTO ON-LINE | CONTATO/COMENTÁRIO

ACOMPANHE O EVENTO ON-LINE
>>voltar

<< dia anterior
09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
Domingo, 19 de Maio de 2002

BIODIVERSIDADE CELEBRADA NA AMAZÔNIA – O COMPROMISSO DE RIO BRANCO

No dia 19 de maio de 2002, os participantes do Workshop Internacional Cultivando Diversidade

realizado em Rio Branco, Acre fizeram um apelo para que o principal modo de produção agrícola seja baseado no principio da biodiversidade e sob o controle das comunidades locais. Nas três paginas do “Compromisso de Rio Branco”, os participantes expressaram suas idéias com uma serie de declarações e propostas, assim como seus compromissos.

Mais que 100 participantes de 32 países, principalmente membros de organizações de agricultores, organizações locais, e não governamentais acordaram para o compromisso. A pesar do fato que o Projeto Cultivando Diversidade será oficialmente concluído no final de maio, seu espírito e o trabalho positivo continuarão. Os participantes se comprometeram a continuar este trabalho em nível regional e internacional, uns deles com detalhes muito específicos. Na África Central e Ocidental, por exemplo, os participantes concordaram em disseminar os resultados do Workshop em reuniões locais, um deles já planejado para ser realizado em Marrocos em Julio e outro na Argélia em setembro. Algumas reuniões seguirão para discutir aspectos relacionados a organismos geneticamente modificados e direitos de propriedade intelectual. Na Ásia, os participantes trabalharão com intercâmbio de sementes, o estabelecimento de bancos comunitários de sementes e feiras de sementes. Os participantes também identificaram a grande importância do fluxo de informação entre organizações e agricultores. Por tanto, o trabalho em rede será uma prioridade. Na América Latina, os participantes se comprometeram a incentivar os jovens e as crianças através de suas comunidades, escolas e oficinas, para que eles se envolvem mais com suas culturas e tradições locais. Em nível global, os participantes se dedicarão à organização da campanha contra a introdução de Organismos Geneticamente Modificados e à luta contra todos os patentes sobre formas de vida.

Agricultores das Filipinas, pescadores da África, mulheres extrativistas do Brasil, agricultores dos desertos e oásis da África de Norte, Seringueiros da floresta amazônica, cozinheiras que resgatam a cozinha tradicional japonesa são apenas alguns dos participantes. Eles se reuniram para compartilhar suas experiências e agora tem produzido uma declaração enfática com uma serie de propostas e compromissos para o futuro.

Clique aqui para ler a versão completa do Compromisso de Rio Branco.

Na cerimônia final, os grupos se despediram com canções e sons típicos da sua região.

   
{short description of image}

HOME | APRESENTAÇÃO | ACOMPANHE O EVENTO ON-LINE | CONTATO/COMENTÁRIO